Sejas bem vindo............

agradeço a Deus, pelo previlégio que tenho de dividir um pouco de mim, ajudar a quem precisa,e acima de tudo, poder contar com a amizade de todos.

Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

AS PROFECIAS SE CUMPRINDO

OS ÚLTIMOS MINUTOS DA HISTÓRIA

Pr. Finley


"O Fim começará bem discretamente, com apenas uma nuvem do tamanho da mão humana, aparecendo no céu, vindo da direção do Órion. Ocorrerá muita comoção na Terra. De fato, todas as nações serão sacudidas pelas pragas devastadoras e pelos conflitos mortais.

Os últimos momentos da história da Terra, porém, realmente começarão com uma nuvem pequena. A primeira coisa que os seres humanos sentirão, será apenas curiosidade.

Alguém, num navio, em alto mar, examinando o horizonte, notará algo: "O que há de estranho com aquela nuvem? Ela parece mais densa e brilhante do que as outras lá no céu."

Alguém procurando um lugar para aterrissar, verá a nuvem. Outra pessoa, apenas olhando para o céu, num devaneio, também a verá. A princípio, eles ficarão somente curiosos: "O que há com aquela nuvem estranha?" Mas, de repente, seus olhos se assustarão! A nuvem parece mover-se! Está aumentando. Parece estar dirigindo-se ao planeta Terra. Em pouco tempo, mais e mais pessoas estão olhando para o céu. Elas estão apontando e estão extasiadas!

Agora é muito mais do que curiosidade o que sentem. É um pressentimento estranho. Sentem um frio na boca do estômago. As pessoas já viram muitos fenômenos estranhos antes na Terra. Elas sabem sobre as "Luzes do Norte", chuvas de meteoros e cometas brilhantes. Mas agora é diferente. Será um OVNI? Será alguma arma militar secreta?

O acontecimento se espalha como fogo. Uma jovem mãe que embala o seu bebê para dormir, atende um telefonema do seu marido, que está no escritório: "Você já ouviu? você já a viu?" diz ele. Ela corre até a janela da sala e observa. Sim, ela está lá! Ela abraça o seu filho com força, bem junto ao peito.

Um motorista de táxi aperta a buzina sem parar porque o trânsito tinha parado de repente. As pessoas saíam dos seus carros bem no meio da rua. Finalmente, o próprio motorista de táxi abre a porta e está a ponto de explodir com desaforos, quando ele vê todos apontando, e ele mesmo, olha para cima. Fica paralisado, boquiaberto.

Crianças na escola, no pátio, param as brincadeiras e ficam estarrecidas. Os trabalhadores nas construções repousam suas ferramentas e olham para o céu. Mais e mais pessoas correm para a rua, esvaziando restaurantes, teatros e "shoppings".

Esta nuvem continua aumentando e ficando mais brilhante e maior. As pessoas não conseguem desgrudar os olhos dela. O que é isto que todos vêem? Eles estão assistindo ao cumprimento da promessa que Jesus fez.

Jesus disse a todos os seus seguidores que, logo após a grande tribulação daqueles dias, tudo isto ocorrerá. Veja a própria descrição de Jesus para o final dos tempos: "Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens dos céu, com poder e grande glória." (Mateus 24:30)

Aquela nuvem no céu torna-se cada vez maior porque Jesus está retornando à Terra. Nesta ocasião Ele está retornando, não como um humilde carpinteiro, não como um mestre galileu, mas como o Rei dos Reis e Senhor dos senhores.

Aquela nuvem no céu torna-se cada vez mais brilhante porque desta vez Cristo está vindo com poder e grande glória. Desta vez, cada ser humano no planeta testemunhará Sua vinda. O apóstolo João nos assegura: "Eis que vem com as nuvens e todo olho o verá..." (Apocalipse 1:7)

Durante aqueles primeiros momentos, quando a nuvem se aproximar da Terra, mais e mais pessoas pararão o que estão fazendo; mais e mais pessoas erguerão os olhos; mais e mais pessoas serão paralisadas pela visão, até que toda a humanidade esteja olhando. Jesus disse que Sua volta será como um relâmpago que vem do este e brilha em todo o lugar nos céus até o oeste. Em outras palavras, circulará todo o globo.

Nós temos uma amostra de como será este evento quando algo como Olimpíadas acontece, ou a Copa do Mundo de futebol. Bilhões de pessoas sentam-se ansiosas em frente ao aparelho de TV enquanto os campeonatos se desenrolam, via satélite. É como se o mundo inteiro estivesse ligado num único sistema de comunicação.

Bem, a segunda vinda de Cristo é Deus vindo para que vivamos, através de Seu próprio sistema de satélite. Ele projeta a Si próprio em volta do mundo inteiro, e cada indivíduo encontra-se a olhar fixamente para os céus.

Primeiro havia apenas curiosidade. Depois, um pressentimento estranho. Mas, à medida que a nuvem se aproxima, as pessoas prendem a respiração, a pulsação aumenta. Olhando para este espetáculo nos céus, as pessoas começam a ver os anjos em volta das margens da nuvem. Dando voltas voando. Milhares deles, formando um contraste brilhante do branco contra o azul do céu. No centro deste redemoinho existe Alguém, tão brilhante que ofusca.

Nesse instante, um momento decisivo, apresenta-se para os moradores do Planeta Terra. Agora, que está claro que o próprio Deus em pessoa, está com o propósito de visitar-nos, a humanidade divide-se em dois grandes grupos. Até aquele momento, quase todos sentiam a mesma emoção, movidos pela curiosidade, com um pressentimento, chocados pelo reconhecimento. Mas, enquanto a glória deste Rei que retorna, se espalha por todo o mundo, alguns sentem uma alegria indescritível e outros, um inimaginável terror!

Alguns rostos, que estão fascinados por este brilho solar resplandecente nos céus, empalidecem; outros começam a tremer; os joelhos se dobram. Eles estão horrorizados porque, em instantes, sabem que passaram a vida fugindo daquela santa presença. Eles se desviaram dos Seus apelos. Eles O ignoraram de várias maneiras. E agora, perceberam que é muito tarde! É muito tarde para dizer: "Sim". É muito tarde para corresponder ao divino amor.

Em algum lugar, um jovem deixa cair a pasta e desmaia na calçada. Ele viveu toda a vida numa faixa de corrida. Ele conseguiu ganhar seu primeiro milhão de real antes dos trinta e cinco anos. Mas agora, ele que não investiu absolutamente nada na área vital que mais importa, ele que não dedicou a Deus nenhum tempo desde que abandonou a escola dominical, à medida que esta nuvem ofuscante desce do céu para a Terra, parece esmagar este jovem. Ele desmaia porque, de repente, descobre tudo o que ele vai perder e é muito para suportar.

Muitos receberão o aparecimento de Jesus em toda a Sua majestade como uma surpresa terrível. Eles começarão a correr, de um lado para o outro como loucos, tentando esconder-se desta luz que cega.

O apóstolo João descreve a reação deste grupo em visão. Ele nos conta a história em Apocalipse 6:15 a 17. Esta é, na verdade, uma das passagens mais marcantes e impressionantes em toda a Bíblia porque descreve o que os povos farão. Ela diz: "...esconderam-se nas cavernas e nas rochas das montanhas; e diziam aos montes e aos rochedos: caí sobre nós, e escondei-nos dos rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?"

Os corações culpados fazem as pessoas temerosas. Suas próprias faltas as acusam. Elas tentam fugir de Deus. Porém, como não há lugar onde se esconder, elas desejam que as rochas caiam em cima delas e esmaguem suas vidas. As emoções dominantes torna-as suicidas. É melhor acabar com tudo, do que encarar este Rei em Seu trono. E suas orações desesperadas são atendidas. Os perversos, diz a Bíblia, serão destruídos "com o brilho de Sua volta." Seu terror insuportável termina em morte.

Isto é o que um grupo de pessoas vai experimentar durante os minutos finais da história da Terra. Mas, outro grupo experimenta algo totalmente diferente. Em algum lugar, em frente a um edifício simples de apartamento, uma jovem mãe agarra seu bebê e o ergue nos braços e diz: "Olha, Johnny, Ele está vindo! Está realmente acontecendo! Jesus está voltando!" Esta mulher carrega em seus braços as cicatrizes de muitos anos de uso de drogas. Mas, há também uma fé crescente dentro desta jovem. Em seu desespero, ela corre para Aquele que realmente se preocupa. Ela colocou toda a sua vida miserável nas mãos de Jesus Cristo. Ela aceitou-O sem reservas, como seu Salvador. Ela não tinha nada para oferecer a Ele mas entregou tudo que possuía. E agora, lá está Ele, acima dela nos céus. Naquele instante ela percebeu que estava sendo salva. Ela sabia que a eternidade chegara momentos antes. Ela começou a imaginar como seria a vida no céu e aquilo era demais! Lágrimas caíam de seus olhos e ela soluçava incontrolavelmente. Ela não podia conter esta imensa alegria.

Em outro lugar, um casal de idosos está sentado num banco da praça e achegam-se um ao outro, olhando para o céu. Eles tentam falar, mas não podem; Eles apenas ficam balançando a cabeça maravilhados. Sentem o vínculo inexplicável da fé que partilham. Lembram-se dos tempos de dificuldades financeiras e doenças, do tempo em que os filhos se afastaram da fé. Lembram-se da morte da filha querida. Aquela tragédia pareceu tirar a face de Deus da vida deles. Levou um bom tempo para recuperarem-se deste duro golpe. Mas, finalmente, eles não poderiam deixar acabar a fé. Eles deveriam confiar em Seu Deus. Eles tinham que deixar a vida deles em Suas mãos. Agora, finalmente, o dia de glória havia chegado. Naquele instante, o casal de cabelos prateados sabia que todas as provações, todas as necessidades, não eram nada comparadas a este momento de encontrar o Rei do Universo.

Voltou à mente deles as palavras do apóstolo Paulo: "Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente." (II Coríntios 4:17) Agora aquela glória eternal irrompe no céu em torno do casal idoso. Toda a alegria deles faz com que todos os seus problemas pareçam leves e momentâneos. Na verdade, como escreveu o apóstolo Pedro sobre os crentes recebendo a salvação, diz que eles "são cheios de uma alegria gloriosa e inexprimível". (I Pedro 1:8)

Este casal faz parte de um grupo de pessoas que estão ansiosas para encontrar Jesus. Elas sabem que são fracas e pecadoras, mas sabem também, que serão perdoadas. Sabem que serão aceitas pela graça de Jesus Cristo.

Milhares de anos atrás, o profeta Isaías antecipou este grande evento e descreveu as emoções dos crentes sinceros. Ele escreveu estas palavras de esperança e encorajamento, descrevendo as muitas emoções daqueles que olharão para os céus e verão Jesus quando Ele voltar: "E naquele dia se dirá: Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e ele nos salvará; este é o Senhor, a quem aguardávamos: na sua salvação gozaremos e nos alegraremos." (Isaías 25:9)

Eles esperaram tanto tempo, e agora, finalmente, os mais profundos e ternos sonhos são realizados no grande espetáculo do amado Senhor que desceu rapidamente em direção à Terra. Mas, justamente quando os fiéis acham que não possuem bastante alegria dentro deles, algo acontece, algo maravilhoso.

Em outro lugar, num pequeno cemitério familiar numa pradaria de ventos fortes, a terra se abre. As flores que uma mãe saudosa colocou na tumba são jogadas fora. Um pequeno caixão se abre e uma voz de bebê começa a chorar. Instantaneamente, um anjo parte do céu e pega a criança nos braços. Em outro momento, ela está ao lado da mãe, que está contemplativa num silêncio aturdido, olhando o céu. Ela fita a criança por segundos. A última vez que ela olhou para aquele rosto, ele estava pálido e cheio de dor. A respiração tornara-se pequenos espasmos enquanto lutava uma batalha perdida contra a doença mortal. Mas agora, a criança está balbuciando; sua pele está normal e rosada novamente; seus olhos brilham enquanto olha para o rosto de sua mãe. Tremendo violentamente, esta mulher toma a criança e a aperta junto de si, feliz demais para falar. Quando ela se vira para agradecer ao anjo, ele já voou para outra missão.

Em outro lugar, num cemitério municipal, um jovem casal encontra-se em pé junto ao túmulo aberto. A princípio estão completamente desorientados pela luz brilhante em volta deles. Eles não têm a menor idéia como chegaram ali. A última coisa que lembram é de um grande caminhão bem em frente deles na auto-estrada. Eles estavam em lua-de-mel. Sobreviveram ao acidente? Não, amigos, aqueles nomes no túmulo eram deles. Então olharam para o céus e prenderam a respiração. O homem e a mulher aproximam-se um do outro enquanto admiram o céu. É isto! Jesus está chegando! Foi a Ele a quem eles se dedicaram em seu casamento. E agora, todo o planeta é iluminado pela Sua presença. Eles então sabem que nunca, nunca mais, serão separados novamente. Terão a eternidade para crescer em seu amor.

Nos últimos minutos da história da Terra, este planeta será sacudido por incontáveis ressurreições. Em toda parte ouviremos os gritos de reconhecimento, os entes queridos separados pela tragédia, caindo nos braços um dos outros.

Paulo ansiava por este momento. Ele afirmou aos crentes em I Tessalonissenses 4:16, que Jesus Cristo voltaria, com certeza. Paulo disse: "Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro."

Agora, realmente parece aos crentes, que a alegria deles não conhece limites. Na verdade, eles nem podem contê-la. Abraçam os seus queridos que uma vez foram arrancados de seu convívio, pela morte. Porém, algo mais acontece, o mais maravilhoso evento de todos. Os cristãos percebem que seus pés não estão mais pisando a terra. Eles estão subindo para assistir a este acontecimento nos céus. Muitas das reuniões de júbilo, acontecem em pleno ar. As famílias se abraçando em seu caminho para encontrar Jesus.

Finalmente, a face do Salvador realmente se aproxima e parece tomar todo o céu. As vozes alegres dos crentes juntam-se ao som das trombetas e o chamado dos anjos ecoando nas nuvens. Paulo descreve este momento. Ele escreveu que, após os mortos em Cristo subirem, veja o que acontecerá: "Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor." (I Tessalonissenses 4:17)

Subindo para encontrar o Senhor dos senhores, o Príncipe da Paz, o Maravilhoso Conselheiro, o Bom Pastor. Subindo para encontrar o Criador de toda vida do Universo. Subindo para encontrar o destino eterno com Jesus. Que alegria inexprimível!

Os crentes terão que ser transformados radicalmente a fim de desfrutar tudo isto. Eles serão mudados num piscar de olhos, como dizem as escrituras, quando a carne mortal se revestirá de imortalidade, quando mentes e corpos fracos e destruídos serão refeitos, perfeitamente restaurados.

A última reunião com Jesus Cristo será justo acima da superfície da Terra. Estes serão os últimos momentos, os últimos segundos da história humana. É quando a eternidade começa para os que crêem.

Onde você estará durante os últimos minutos da história da Terra? O que você vai experimentar? O que você sentirá? Será um terror inimaginável ou uma alegria indescritível? Você pode estar indiferente a Deus neste momento. Você pode achar que fé não é importante. Porém, breve, um dia, ela fará a grande diferença no mundo. Logo, ela vai dividir a humanidade repentina e eternamente em dois grupos.

Um grupo experimentará a segunda vinda de Cristo com surpresa e terror. O outro grupo experimentará esta vinda como uma libertação, um cumprimento de tudo em que este grupo acreditou.

Um grupo estará orando para as rochas caírem sobre eles. O outro estará exultante clamando: "Este é o nosso Deus por quem esperávamos."

Por favor, não rejeite este encontro com Jesus até que seja tarde. Por favor, não espere até vê-Lo surgindo dos céus. Faça um compromisso com Jesus agora. Abra o seu coração agora mesmo. Pergunte a Jesus neste exato momento: "Há alguma coisa em minha vida que esteja entre mim e Ti? Senhor, eu quero cair de joelhos agora mesmo e confessá-la."

ORAÇÃO

Pai, eu agradeço porque planejaste um final maravilhoso para a história da humanidade. Eu te agradeço porque planejaste que os últimos minutos sejam incrivelmente felizes. Nós queremos ser parte do grupo que subirá aos céus para encontrar-Te. Assim, nós dobramos os joelhos diante de Ti. Somos seres humanos pecadores que necessitam de um Salvador. Nós aceitamos o sacrifício que Cristo fez por nós. Nós Te aceitamos como Senhor de nossa vida. Conserva-nos em Tuas mãos, Te pedimos em nome de Jesus. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário